Cinco ótimos documentários disponíveis na Netflix

O documentário é um gênero cinematográfico que existe desde os primórdios do cinema. Pode-se dizer que o Cinema começou de forma documental, e ainda assim, é um dos géneros que recebe menos atenção pela maioria do público. Por que?

Outro dia, durante uma aula na faculdade, uma colega me perguntou se eu assistia muitos documentários. Eu a respondi que não tanto como gostaria, ela então respondeu “Eu não assisto muito, não gosto”. Essa pequena conversa me fez ficar pensando durante a semana inteira, por que tantas pessoas não assistem a documentários, sendo que este é um gênero tão importante e com tantos títulos bons?

Acredito que a resposta vai muito além do fato de não ser uma ficção, ou de não possuir “ação” o suficiente. Acredito que o real motivo para esta “negligência” seja o fato de que muitas pessoas não tem conhecimento sobre documentários, ou não conheçam títulos que as chamem atenção.

E como fazer para assistir mais filmes deste gênero? Simples, como qualquer outra atividade! Dedicando tempo a eles. Eu não era um grande espectador, mas a partir de um documentário, disponível na Netflix, chamado Blackfish, eu comecei a me interessar mais pelo gênero.

Realmente, documentário não é um gênero que assistimos com muita frequência, e por isso, decidi escolher um dia da semana em que eu assisto pelo menos um. Se você não consome muito deste conteúdo, mas quer começar, esta é uma boa dica. Reserve um dia da semana para assistir a um documentário, escolha um tema que te chame mais atenção, e com o tempo você deve passar a se interessar e consumir mais do gênero.

Para ajudar estas pessoas que não conhecem muitos filmes documentais, mas possuem interesses pelo gênero, vou listar 5 ótimos títulos, que estão disponíveis na Netflix.

Blackfish

Blackfish é um documentário de 2013 que mostra o cativeiro da orca Tilikum, responsável pela morte de três pessoas. O documentário mostra o processo e as consequências de se manter um animal deste porte em cativeiro. O filme faz a cobertura total da vida da baleia Tilikum, desde sua captura até seu mantimento nos parques Sea World. O documentário gerou polêmicas no mundo todo, envolvendo celebridades na luta contra o cativeiro e uso destes animais em parques de diversões. Steve-o, integrante do Jackass, foi sentenciado a três anos de cadeia, além de pagar uma multa de 14.000 dólares, por protestar contra o uso de animais em atrações do parque Sea World. O documentário teve grande repercussão internacional, e causou grande conscientização na questão dos direitos dos animais. No ano passado, após diversas polemicas, o parque de diversões Sea World, anunciou que substituirá as atrações com animais por uma mais “informativa”. Blackfish foi nominado a 37 prêmios e ganhou 7 deles.

 

GMO OMG

Este documentário, também de 2013, narra a descoberta, de um pai, sobre os “organismos geneticamente modificados” em relação aos seus três filhos e ao mundo em que vivem. Os riscos e efeitos dos organismos geneticamente modificados ainda é desconhecido, o que faz Jeremy Seifert, produtor e pai, ir atras de respostas sobre o real impacto de se ingerir tais organismos. O filme traz uma grande reflexão sobre o que realmente estamos consumindo e até onde os produtos são “orgânicos”.

https://www.youtube.com/watch?v=fuN09KENCHA

Indie Game: The Movie

Produzido em 2012, Indie Game: The Movie, acompanha a jornada de desenvolvedores de jogos indie, desde a criação ao lançamento de um jogo. Este é um ótimo documentário para quem gosta de games, o filme acompanha as dificuldades e prazeres do processo de desenvolvimento de três jogos: Braid, Super Meat Boy e FEZ, sendo que o foco maior é nos dois últimos jogos. O filme de 103 minutos teve uma boa recepção, principalmente pelo publico gamer, e ainda ganhou, dois anos depois, outro documentário com extras e novas historias que aconteceram depois de seu antecessor.  Este outro é chamado Indie Game: Live After e também está disponível na Netflix.

https://www.youtube.com/watch?v=2HOaAMHT-h4

A 13ª Emenda.

Esta é uma produção original da Netflix, lançada neste ano, que aborda a correlação entre a criminalização da população negra nos EUA e o fenômeno de encarceramento em massa no país. O filme aborda a situação conferida aos negros americanos, desde a época da escravidão até os dias de hoje, mostrando os erros cometidos pela política do país. O documentário teve uma de suas cenas repercutidas na internet. A cena em questão é a de um discurso de Donald Trump junto a imagens de violência do passado e também atuais. As imagens mostram a semelhança no tratamento discriminatórios em épocas diferentes. O documentário é um grande candidato ao Oscar, que acontece no final de fevereiro de 2017.

 

Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom
De 2015, este é um dos melhores documentários que já vi. O filme mostra as manifestações, que se iniciaram pacíficas, mas se tornaram em uma grande guerra civil, ocorridas na Ucrânia em 2013 e 2014. As imagens chocam, pela brutalidade e proporção que do evento. O documentário, que também é uma produção original da Netflix, ganhou um prêmio e 4 indicações, incluindo a indicação ao Oscar de melhor documentário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s